Mas uma noite de violência assusta moradores da cidade de Gravataí, na região metropolitana de Porto Alegre.

Um taxista foi morto com vários disparos de arma de fogo em uma localidade conhecida como Parada 61, no bairro São Judas Tadeu, na noite deste domingo (12). A vítima identificada pela Polícia como Juarez da Silva, de 53 anos, foi encontrado dentro de seu veículo, um Toyota Corolla de cor branca, estacionado no meio da rua Barão de Santo Ângelo.

Publicidade
Publicidade

O automóvel da vítima foi achado com os faróis ligados próximo a uma residência da rua.

Moradores da região chegaram a mencionar aos policiais militares que atenderam a ocorrência que teriam escutado diversos tiros na rua e logo em seguida um automóvel teria deixado o local do crime rapidamente. O suposto veículo utilizado no crime não chegou a ser descrito pela testemunha.

Quando a vítima foi encontrada pelos agentes policiais, foi chamada imediatamente uma equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para que os primeiros socorros fossem fornecidos à vítima, mas devido à gravidade dos ferimentos do taxista, o homem acabou morrendo ainda no local do crime.

Publicidade

Os policiais militares isolaram a área rapidamente para que a equipe do Instituto de Perícia pudesse realizar os primeiros trabalhos investigativos da cena do crime. Depois, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico legal (IML) para ser examinado.

Vítima foi executada com vários tiros na cabeça

Em uma coletiva realizada na manhã desta segunda-feira (13), o delegado responsável pelas investigações, Eduardo Limberger do Amaral, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da cidade de Gravataí, menciona que na hora da ação dos criminosos, a vítima pode ter sido alvejado com pelo menos seis tiros de pistola na região da cabeça, mas isso só se comprovará após o resultado do laudo da perícia.

Agora, os agentes da DHPP irão tentar encontrar testemunhas que possam dar mais detalhes da hora do crime. Câmeras de segurança da região também serão analisadas pela polícia para tentar identificar os atiradores e o automóvel utilizado no homicídio. A polícia também pede que populares façam denúncias anônimas pelo telefone 190, fornecendo informações que possam ajudar no fechamento do caso.

Além da investigação deste caso, o delegado Amaral também menciona que está trabalhando no homicídio ocorrido na noite deste sábado (11), quando um homem foi morto com vários disparos de arma de fogo no interior de um bar na avenida Sertório, na parada 103, no bairro Padre Reus.

Publicidade

Na hora do crime, dois homens que estavam em uma moto disparam contra a vítima seis vezes. O homem não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo no local. Um outro homem ficou ferido no ataque.

Leia tudo e assista ao vídeo