"Vikings" tem se consagrado como uma das maiores séries históricas da atualidade. A produção do History conta a história dos antigos nórdicos e deixa evidente suas batalhas, tradições e reviravoltas do passado. Dentre tantos personagens de destaque, como Ragnar Lothbrok e Lagertha, alguns se destacaram por conta de sua rivalidade.

O primogênito do rei viking, Bjorn, mostrou na última temporada que não desiste de conquistar o que é seu por direito.

Publicidade
Publicidade

Após Freydis trair Ivar, mostrando a entrada de Kattegat para os guerreiros de seu irmão, o filho de Ragnar finalmente conseguiu tomar o local.

A sexta temporada da série irá marcar o desenrolar da história criada com sucesso por Michael Hirst. Serão ao todo mais 20 episódios divididos como o de costume, em duas partes.

Fatos históricos

A série é baseada em alguns contos históricos. Apesar de historiadores divergirem opiniões sobre a veracidade de tais personagens e feitos, Michael Hirst usou isso como inspiração para criar a vasta história de "Vikings".

Publicidade

Em entrevista ao jornal indiano Daily Pioneer, Hirst falou sobre uma das ocasiões em que realidade e ficção foram misturadas na série. O autor afirmou que conhecia a região de Uppsala, na Suécia, onde relatos da existênia de um templo pagão tinham sido escritos por um comerciante árabe. Este autor, segundo Hirst, descreveu algumas práticas de sacriícios humanos que ocorriam no local.

"Mas foi minha ideia que os Vikings se voluntariassem para serem sacrificados.

Publicidade

Não há registros disso. É possível que eles sacrificassem escravos que não valiam nada para eles. Mas qual o sentido de oferecer aos deuses um sacrifício sem valor quando você pode ter um sacrificio com sentido? Então, eu invento coisas assim, mas elas são baseadas em um processo real", disse Hirst.

A sexta temporada de "Vikings" ainda não tem uma data de estreia certa, mas, seguindo as temporadas anteriores, deverá estrear ainda no final de 2019.

Os primeiros episódios deverão ir ao ar ainda esse ano, enquanto o restante possivelmente será exibido apenas em 2020.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo e assista ao vídeo