Três pessoas, dentre elas uma criança de seis anos, foram mortas a tiros neste domingo (15), na cidade de Ponta Grossa, no interior do Paraná, quando o carro em que estavam foi atingido por mais de 50 disparos de arma de fogo. Outras duas crianças, que também estavam dentro do veículo ficaram feridas, além de uma mulher e uma quarta criança, que passavam pela calçada.

O triplo homicídio ocorreu na rua Santo Antonio, no bairro Chapada, na região do Santa Luzia, quando a família chegava em casa.

De acordo com informações passadas pela Polícia, no veículo estava Robson Ferreira, de 31 anos, sua esposa Daniele Ferreira, de 27 anos. Os dois morreram na ambulância, enquanto que o filho de seis anos chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital.

Dos feridos, a menina de seis anos levou um tiro no quadril e está internada, mas seu estado é considerado estável, enquanto que o menino de dois anos sofreu arranhões e está em observação.

A mulher e a criança que passavam pela rua foram atendidas no hospital e depois liberadas.

Ainda são desconhecidas as motivações do crime, mas sabe-se que Robson havia deixado a prisão pouco tempo atrás, onde cumpria pena por roubo, e usava tornozeleira eletrônica. No carro foram encontrados R$ 2.200, que estavam divididos em compartimentos, sendo que metade dentro de uma carteira no porta-malas. Suspeita-se que o crime tenha sido encomendado e até o momento nenhum suspeito foi preso.

A perícia esteve no local e constatou que o veículo foi atingido por mais de 50 tiros e vários outros projéteis foram encontrados.

Motorista de aplicativo é morta com tiro

A motorista de aplicativo Adriana Márcia de Almeida, de 46 anos, foi morta com um tiro no pescoço ao atender um chamado. O crime aconteceu na noite deste domingo (15), em Diadema, na Grande SP. De acordo com a polícia, o suspeito do assassinato está foragido. Ela deixa um filho de 24 anos e uma neta de três anos.

De acordo com relatos, por volta das 23h, Adriana recebeu um chamado para atender a uma corrida.

Quando duas mulheres entraram no veículo, apareceu um homem armado, também entrou no carro e anunciou o assalto. Ela tentou acelerar o carro para tentar fazer o homem sair, mas o assassino disparou e o tiro acertou seu pescoço e a vítima morreu no local. As duas passageiras não sofreram ferimentos.

"Do nada um menino apareceu já falando: 'é um assalto, é um assalto'", disse uma das passageiras. "Na hora ela [a motorista] tentou forçar o carro para ir para o lado, para ver se ele [o bandido] saia do carro, mas ele não saía de jeito nenhum", relata.

Anteriormente, neste mesmo endereço, outro motorista de aplicativo também havia sido vítima de assalto pelo mesmo bandido.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo e assista ao vídeo