Anúncio
Anúncio

Ana Clara, de apenas oito anos, era mais uma criança da pacata cidade de Ariquemes, Rondônia. Agora, no entanto, a garota é conhecida por milhões de pessoas graças a um vídeo onde aparece falando sobre respeito.

O vídeo da pequena Ana Clara Mesabarba foi postado primeiramente no Facebook pela mãe, Izete Mesabarba. O vídeo atingiu mais de 120 mil compartilhamentos e ultrapassou cinco milhões de visualizações.

A menina decidiu explicar como é importante respeitar os colegas na sala de aula, mas a lição acabou servindo para muitos adultos, já que as palavras da criança podem ser aplicadas no ambiente profissional, familiar, na rua e em qualquer local público [VIDEO].

Vídeo gravado na escola

Enquanto o Brasil acompanha tantos problemas nas escolas, inclusive de alunos agredindo professores e os próprios colegas, este vídeo veio na contra-mão para mostrar que há muita coisa boa nas salas de aula.

Advertisement

A professora pediu a Ana Clara que interpretasse um texto que estava lendo. "Eu acho importante a gente respeitar o colega", já foi logo avisando a menina, explicando que, da mesma forma que não se pode julgar um vídeo pela capa, também não se deve julgar uma pessoa por sua aparência.

A criança continuou com seu discurso e disse que primeiro precisamos pegar o livro, abri-lo, ler e só então teremos ideia do que se trata e que assim também deve ser feito em relações às pessoas, é preciso conhecê-las por dentro antes de fazer qualquer tipo de julgamento [VIDEO].

"O que tem por fora às vezes não mostra nada da pessoa", explicou a garota, lembrando que muitas vezes a gente acha que uma pessoa é ruim, é feia, diferente, porém a pessoa é 'linda por dentro'.

Ana Clara não parou por aí e falou sobre a importância de respeitar o colega e que isso é o primeiro passo para ser respeitado.

Advertisement

"Você quer ser respeitado? Respeita o colega que um dia isso volta para você", disse a menina.

Confira o vídeo que está fazendo sucesso nas redes sociais.

Carta ao Papai Noel

Uma outra menina, de cinco anos, também emocionou ao escrever uma carta ao Papai Noel. A criança não pediu presentes, ela queria uma ajuda para a família que passa por dificuldades. Lara Kely Ferreira dos Santos contou que não tem nada em casa para comer.

Com os pais desempregados, a menina resolveu recorrer ao bom velhinho para conseguir ajuda para a família que mora de aluguel em Araguaína, no Tocantins. A menina mora com os pais e a irmã de dois anos. Uma vizinha divulgou a carta na internet e a família espera contar com a ajuda de quem puder.